Lixo hospitalar amontoado na fazenda da família Olinto – Foto: reprodução

O lixo hospitalar que foi enterrado na fazenda da família do deputado estadual Olyntho Neto (PSDB) continua no local. Seringas, luvas e até agulhas foram descobertos no dia 24 de novembro pela Polícia Civil, durante as investigações sobre os resíduos encontrados em um galpão no distrito agroindustrial de Araguaína. O lixo foi desenterrado durante a operação e está amontoado na propriedade, oferecendo riscos.

Apesar da grande quantidade de resíduos, a polícia acredita que ainda há muito material para ser retirado da terra. As autoridades estão preocupadas com a situação. Isso por que o material é infectante e pode influenciar na saúde de humanos e animais. O perigo é ainda maior nesse período chuvoso.

O Naturatins informou que está concluindo o relatório do caso. Depois dessa fase, a família Olinto será notificada. A responsabilidade da retirada dos resíduos é do proprietário do local. (Com: G1)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.