Alunos da Escola Estadual Marechal Rondon, de Araguaína, realizaram nesta quarta-feira, 7, visitas a uma universidade particular da cidade e ao Parque Cimba, tradicional ponto turístico e ecológico da segunda maior cidade do Tocantins. O roteiro faz parte do projeto Araguaína, meu lugar é aqui: conhecer para escrever, elaborado e coordenado pelos professores Kleverson Souza de Araújo, Marlene Adorno Cantuário e Valdirene Alves Rodrigues, que tem como objetivo possibilitar aos alunos do 9º ano visitas a pontos turísticos, históricos e educacionais da cidade, com aulas descontraídas e dinâmicas.

Durante as visitas desta quarta-feira, os alunos tiveram a oportunidade de conhecer o campus e os laboratórios de uma universidade. No parque, os estudantes realizaram um Sarau Literário, cuja produção de poemas será exposta, homenageando Araguaína.

Elaborado como forma de incentivar a integração entre os alunos e os ambientes que a cidade proporciona, o projeto visa promover visitas a lugares interessantes de Araguaína, produzir textos sobre os lugares visitados, trabalhar gramática e ortografia nos textos escritos durante as visitas, trabalhar conceitos históricos dos locais visitados, socializar com o grupo a visita e os textos produzidos e avaliar o resultado das ações.

Kleverson Souza de Araújo é professor de Língua Portuguesa e um dos coordenadores do projeto. De acordo com ele, a motivação para elaborar e implementar a ação veio dos alunos. “Eles sempre nos diziam que queriam aulas diversificadas, diferentes, e surgiu essa ideia de levá-los nesse passeio. Mas eles teriam que fazer algo que justificasse a ação. Pensei nos poemas sobre Araguaína, já que novembro é o mês de aniversário da cidade”, explicou.

O educador ainda reforçou que o projeto visa promover ações diferenciadas para fortalecer o processo de ensino e aprendizagem entre os alunos. “E eles parecem que gostaram muito, fiquei muito feliz. Para o ano que vem, vamos fazer em duas etapas: a primeira, a visita só à faculdade e, em outro dia, a visita aos pontos turísticos”, completou.

Os alunos corroboram a informação do professor e se mostraram satisfeitos com a aula fora da sala. Lourdes Bezerra destacou que as visitas do projeto foram importantes para ampliar seus conhecimentos sobre a cidade em que vive. “O projeto me inspirou porque aprendemos coisas novas. Foi muito interessante porque tivemos a oportunidade de conhecer um pouco mais diferentes lugares de nossa cidade. A gente sai da escola, conhece novos ambientes. Fomos também ao Parque Cimba, onde conhecemos um pouco mais sobre a História de Araguaína. Gostei muito”, disse.

Kathellyn Vitória Alencar Costa relatou que a visita à faculdade foi importante para ampliar o leque de possibilidades de carreira no futuro. Sobre a visita ao Parque Cimba, a estudante destacou a necessidade de se conhecer mais a cidade em que vive e os ambientes que ela lhes proporciona. “Na faculdade conhecemos os laboratórios, áreas da medicina e da Agronomia. Isso nos incentiva a querer cursar uma universidade e a buscar um futuro melhor. Gostei muito porque incentiva a gente a conhecer melhor nossa cidade e a ter mais amor por ela”, frisou.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.