Foto: Sindeposto

O Ministério Público Estadual (MPE) requereu ao Procon em Araguaína, na segunda-feira, 5, que promova fiscalização nos postos de combustíveis da cidade, a fim de verificar se as recentes reduções do preço da gasolina nas refinarias do país, estabelecidas pela Petrobras, foram repassadas ao consumidor final daquele município.

A atuação do Ministério Público se deu após reclamação de consumidores, que relataram não ter havido baixa no preço do combustível em Araguaína, ao contrário do que ocorreu em outros municípios.

A providência quanto às fiscalizações foi solicitada pela Promotora de Justiça Araína Cesárea D’Alessandro, da área de defesa do consumidor, ao chefe do Núcleo Regional de Atendimento do Procon de Araguaína.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.